Instituto Jonia Ranali

Instituto Jonia Ranali
Instituto Jonia Ranali

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

A mente (cérebro) realiza tudo o que nosso emocional lhe manda fazer


Um cientista do Arizona queria provar uma teoria, mas necessitava de um voluntário que chegasse às últimas consequências. Conseguiu esse voluntário em uma penitenciária, e este era um condenado à morte por meio da cadeira elétrica.

PROPOSTA DO CIENTISTA: o preso receberia um corte em seu pulso, por onde sairia seu sangue. Ele teria a oportunidade de sobreviver e, se morresse, seria uma morte sem dor e nem sofrimentos. O preso aceitou.

Foi colocado numa cama alta e seu corpo amarrado, para que não pudesse mover-se. Abaixo de seu pulso, e ele viu isso ser feito, foi colocada uma vasilha de alumínio, onde pingaria o sangue. O alumínio era para que ele ouvisse seu sangue pingar. 

Porém, o corte feito foi superficial e não alcançou nenhuma artéria ou veia. Sem que o preso soubesse, debaixo da cama havia um litro de água amarrado, com uma pequena abertura que pingava e fazia barulho no alumínio, para que ele acreditasse que era seu sangue. O preso acreditou que realmente era isso, e com o tempo foi ficando sem cor, pálido, teve uma parada cardíaca e morreu, sem ter perdido uma gota de sangue.

O cientista conseguiu provar que A MENTE HUMANA CUMPRE, AO PÉ DA LETRA, TUDO O QUE É ENVIADO E ACEITO PELO INDIVÍDUO, SEJA POSITIVO OU NEGATIVO.

ISSO É UM ALERTA PARA QUE FILTREMOS NOSSOS DESEJOS E EMOÇÕES, POIS A MENTE NÃO DISTINGUE O REAL DO FANTASIOSO, O CERTO DO ERRADO, E SIMPLESMENTE CUMPRE O QUE LHE É ENVIADO PELAS NOSSAS EMOÇÕES (CORAÇÃO, EMOCIONAL OU PSIQUISMO).

O grande Sigmund Freud, chamado de "O último dos iluministas”, nos deixou três frases muito importantes:

1) “Quem pensa em fracassar, já fracassou antes de tentar”.

2) “Quem pensa em ganhar, já deu um passo para a frente”.

3) “Sou uma pessoa afortunada porque na minha vida nada tem sido fácil”.