Instituto Jonia Ranali

Instituto Jonia Ranali
Instituto Jonia Ranali

quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

A SAÚDE É UM ESPELHO DAS EMOÇÕES - PARTE 3




Na  GINECOLOGIA - Certas mulheres transformam emoções em problemas ginecológicos, como, por exemplo, um susto grande pode interromper a menstruação; outras mulheres ficam meses sem menstruar, sem nenhuma razão científica. Até a esterilidade, em mulheres acima dos 35 anos, mas que tem o aparelho reprodutivo perfeito, pode ser causado por medo de não conseguir engravidar. Esse estresse acaba alterando a ovulação, e aí ela não engravida mesmo.
Com relação ao câncer de mama, a principal emoção relacionada a esse tipo de câncer é o sentimento de humilhação, e também os nódulos benignos da mama podem aparecer em mulheres que tem dificuldade em lidar com a sua sexualidade.
Não dá mais para negar que algumas emoções atuam como um gatilho para o aparecimento de algumas doenças, segunda as tendências psicológicas e orgânicas de cada indivíduo, pois as pessoas tem seus próprios pontos de menor resistência, onde descarregam suas emoções. A doença é apenas a ponta do iceberg.
Na CARDIOLOGIA - reprimir a raiva propicia as doenças do coração. Há mais de 300 anos, o fisiologista inglês William Harvey já dizia que as emoções interferem no funcionamento do coração. Hoje sabemos que a ansiedade em excesso e os estresses emocionais crônicos são forte componentes das doenças cardiovasculares. O coração doente, é em geral, a expressão de um sofrimento interior. Pessoas competitivas, exigentes consigo próprias, hostis e ansiosas são altamente propensas a ter enfarte.
Na ONCOLOGIA - Pessoas muito deprimidas podem desenvolver o câncer. Filhas de mães que passaram por eventos de vida muito estressantes durante a gravidez, desenvolveram mais câncer de mama. Estados emocionais negativos provocam alterações hormonais que influenciam no surgimento de tumores. Os hormônios enfraquecem o sistema imunológico, favorecendo o aparecimento da doença. Diariamente produzimos milhares de células cancerígenas, que são prontamente aniquiladas pelo sistema de defesa, mas se essa imunidade baixa, as células podem se desenvolver.
Você já ouviu falar no Cora? É um Centro Oncológico de Recuperação e Apoio às pessoas com câncer, e numa pesquisa aí feita verificou-se que 99% das pessoas que por alí passam, relacionaram o aparecimento do câncer a um abalo emocional prévio. Tentar afastar a depressão é fundamental para a recuperação do doente. Aqueles que desistem de lutar e se entregam, contam com chances menores de se curar, ou mesmo de viver por mais tempo. E, na equipe do Cora os psicoterapêutas tem um papel essencial .
"A HISTÓRIA PESSOAL E A BIOGRAFIA FAMILIAR DETERMINAM, NA MAIORIA DAS PESSOAS, A FORMA E A OCASIÃO DE ADOECER". - SIGMUND FREUD (CRIADOR DA PSICANÁLISE)

JONIA RANALI

sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

A SAÚDE É UM ESPELHO DAS EMOÇÕES - Parte 2



 
Os psicossomaticistas não negam a participação dos fatores externos: má alimentação, sedentarismo ou vírus e bactérias, no aparecimento das doenças, mas explicam que a capacidade de expressar os sentimentos abre caminho para que os fatores externos atinjam o nosso organismo. O fato de que alguns indivíduos tem o bacilo da tuberculose e não desenvolvem a doença ou de que alguns portadores de HIV, levam muito tempo para apresentar os sintomas da Aids, enquanto outros adoecem pouco tempo após saber que foram contaminados é, para os psicossomatistas forte indício do acerto de sua teoria.
Vejamos um exemplo real? Uma pessoa perdeu a mãe aos 7 anos e o pai aos 17 e em ambas as situações escondeu suas emoções e assumiu uma postura adulta para poder cuidar dos irmãos mais jovens. Casou-se aos 21 anos e as emoções reprimidas começaram a se manifestar em forma de doenças, como labirintite e gastrite. Passou por anos por vários médicos e depois, desanimada, começou um tratamento psicossomático, acompanhada por uma psicanalista e por um gastroenterologista. Os sintomas desapareceram em um ano.
DO MESMO JEITO QUE AS EMOÇÕES INFLUEM PARA O INÍCIO DE UMA DOENÇA, ELAS TAMBÉM SÃO UM FATOR DECISIVO PARA A SUA CURA.
Estudos feitos com astronautas  americanos constataram que, quando eles retornavam da sua missão espacial - período em que vivenciavam estresse emocional, medo e solidão -, o sistema imunológico estava enfraquecido. As suas células que são chamadas de "matadores naturais", que são uma das armas mais importantes do sistema de defesa, capazes de proteger do câncer e das infecções graves, tinham desaparecido.
E, quando voltavam às suas atividades normais, com o estresse emocional diminuído, as células "matadores naturais", iam aos poucos se recuperando.
Outro exemplo de que as situações estressantes, e as emoções que delas derivam, podem influenciar os nossos órgãos, é o das pessoas que falecem logo depois de ficar viúvas.
Outro dado: pessoas com intensa depressão têm uma propensão maior a desenvolver câncer e doenças auto-imunes. Outros pacientes em estado grave de saúde, quando desistem de lutar pela vida, falecem logo depois.
A RELAÇÃO ENTRE O ESTADO EMOCIONAL E O FUNCIONAMENTO DOS ÓRGÃOS É TÃO CLARA QUE DEVERÍAMOS MANTER TERAPÊUTAS ATUANDO JUNTO COM OS CLÍNICOS.  
E, para terminarmos por hoje, vejamos uma frase magnífica de Goethe, escritor alemão do século XIX:  " EM TODO SER VIVO, AQUILO QUE DESIGNAMOS COMO PARTES CONSTITUINTES FORMA UM TODO INSEPARÁVEL, QUE SÓ PODE SER ESTUDADO EM CONJUNTO, POIS A PARTE NÃO PERMITE RECONHECER O TODO, NEM O CONJUNTO DEVE SER RECONHECIDO COMO PARTES..."
 
JONIA RANALI

terça-feira, 15 de janeiro de 2013

A SAÚDE É UM ESPELHO DAS EMOÇÕES


A teoria de que o emocional e o físico estão relacionados é tão antiga como a própria história da medicina.
A medicina chinesa já tinha por base a crença de que o corpo e o emocional eram indissolúveis. Hipócrates, conhecido como o pai da medicina ocidental admitia que é mais fácil saber que tipo de pessoa tem uma doença do que descobrir qual tipo de doença uma pessoa tem.

Mas, com o passar do tempo, a ciência foi se preocupando em oferecer apenas respostas fisicamente comprováveis para todos os males físicos, tendência fortalecida pelas pesquisas de Pasteur, ao descobrir que muitas doenças eram causadas por germes, e não por "razões misteriosas".
Descartando tudo que não conseguia provar cientificamente, a medicina ocidental, à exceção da homeotatia e da  antroposofia, abandonou a possível interação entre as emoções e as doenças.

HOJE, A MEDICINA ALOPÁTICA ESTÁ REAVALIANDO SEUS CONCEITOS E, INFLUENCIADA POR ESTUDOS CIENTÍFICOS E POR EXPERIÊNCIAS CLÍNICAS RECENTES, COMEÇA A ADMITIR QUE O HOMEM DEVE SER TRATADO COMO UM TODO, CONSIDERANDO O PLANO EMOCIONAL NO DESENVOLVIMENTO E NO TRATAMENTO DE MALES ORGÃNICOS. PELAS ESTATÍSTICAS ATUAIS VERIFICADAS, 30% DOS DOENTES QUE PROCURAM UM CONSULTÓRIO SE QUEIXANDO DE ALGUMA ENFERMIDADE FÍSICA, APRESENTAM, PARALELAMENTE PROBLEMAS EMOCIONAIS.

É esse o motivo pelo qual médicos das mais variadas especialidades estão adotando uma linha de tratamento psicossomático, tanto para diagnósticos quanto para curar doenças.
Psique quer dizer em grego, alma ou emocional - os psicanalistas são chamados atualmente de MÉDICOS DE ALMAS -, e soma significa corpo, e segundo os médicos psicosomaticistas, muitos males físicos que atingem o ser humano são trazidos para o corpo por estados emocionais alterados que não conseguimos digerir, como a angústia, a depressão, a solidão, a raiva, ou a frustração.

POR ISSO UMA DAS FRASES MAIS CITADAS POR SIGMUND FREUD, O CRIADOR DA PSICANÁLISE NOS DIZ:
NÃO EXISTEM DOENÇAS - EXISTEM DOENTES. COMO NÃO DISSOCIAMOS O CORPO DAS EMOÇÕES, SEJAM AS DOENÇAS DE FUNDO BACTERIANO, VIRAL OU MESMO DECORRENTE DE UM DISTÚRBIO POR PREDISPOSIÇÃO GENÉTICA SÃO DETONADAS SEMPRE PELO ESTADO EMOCIONAL DAS PESSOAS. POR ISSO QUANDO SE TRATA DE UM SINTOMA FÍSiCO É ESSENCIAL FAZER-SE UM ACOMPANHAMENTO PSICANALÍTICO EM CONJUNTO.

JONIA RANALI - Psicanalista, hipnoterapeuta e terapeuta regressiva

segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

VOCÊ SABE O QUANTO É FELIZ?



 
Será que você saberia responder  a três perguntas:
 
1) Qual o lugar mais importante do mundo?
O lugar mais importante do mundo é aquele onde você está, onde você mora, vive, cresce, trabalha e atua. É alí que você deve ser útil, prestativo e amigo, por que este é o seu lugar.
 
2) Qual é a tarefa mais importante do mundo?
A tarefa mais importante do mundo não é aquela que você desejaria executar, mas a que você deve fazer. Por isso, pode ser que o seu trabalho não seja o mais agradável e bem remunerado do mundo, mas é aquele que lhe permite o próprio sustento e o de sua família, e que lhe permite desenvolver as potencialidades que existem dentro de você. É esse trabalho que lhe permite exercitar a paciência, a compreensão, a fraternidade. Se você não tem o que ama, é importante que ame tudo o que tem. A mínima tarefa é importante . Se você falhar, se você se omitir, ninguém a executará em seu lugar, exatamente da forma e da maneira como você o faria.
 
3) Qual é o homem mais importante do mundo?
É aquele que precisa de você, por que é ele que lhe possibilita a mais bela das virtudes - fazer o bem ao seu próximo. Essa atitude é uma escala de luz. E o auxílio fraternal é uma oportunidade de iluminação. É a mais alta conquista que o homem pode desejar.
 
Muitas vezes pensamos em como seria bom se tivéssemos nascido em um país com menos inflação, com menos miséria, sem taxas tão grandes de desemprego ou de violência, gozando de melhores oportunidades. Outras vezes nos queixamos do trabalho que executamos todos os dias, das tarefas que temos, por achá-las muito ínfimas, sem importância. Por vezes gostaríamos que determinadas pessoas importantes, de evidência social ou financeira pudessem estar ao nosso lado, para nos abrir caminhos.
Contudo, tenhamos certeza: estamos no lugar certo, na época correta, com as melhores oportunidades, e tendo ao nosso redor as pessoas certas de que necessitamos para irmos evoluindo cada vez mais.

Jonia Ranali

sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

Refletindo sobre sucesso e fracasso


Quando parecia que nada iria acontecer, uma novidade aparece, e o mundo se transforma.
Este é o momento propício para você aprender que sempre é possível ir além do que pensaria poder.
Se você levou um tombo da vida, saiba que RECOMEÇAR É TÃO IMPORTANTE COMO SABER VIVER.
Nunca desanime. Se você transportar um punhado de terra todos os dias, logo terá uma montanha.
Também não perca o bom ânimo se errou. Erga-se e recomece. Talvez chegue ao fim da luta cheio de cicatrizes, mas estas se transformarão em luzes.
Seja corajoso e reaja com firmeza por que o auxílio lhe chegará na hora oportuna.
VOCÊ nunca será um velho enquanto tiver um ideal.
A rotina cansa e corrói a alma, desalenta e carcome o entusiasmo, mas renove a cada manhã seu armazenamento de alegria de viver.
Preste atenção no que está fazendo; o ontem já lhe fugiu das mãos, o amanhã não chegou.
Você já parou para pensar quanto tempo a gente perde por não ter tempo de pensar?
Não perca tempo de olhar para trás para ver o que já fez.
Olhe pra frente e caminhe confiante e alegre e veja que tem muito por fazer.

JONIA RANALI


quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

Não desanimes. Persiste mais um tanto.


Não desanimes. Persiste mais um tanto.
Não cultives o pessimismo. Centraliza-te no bem a fazer.
Esquece as sugestões do medo destrutivo. Segue adiante, mesmo varando a sombra dos próprios erros.
Avança, ainda que seja por entra lágrimas. Trabalha constantemente e edifica sempre.
Não consinta que o gelo do desencanto te entorpeça o coração.
Não te impressiones à dificuldade. Convence-te de que a vitória espiritual é construção para o dia a dia.
Não desistas da paciência.
Não creias em realização sem esforço.
Silêncio para a injúria. Olvido para o mal. Perdão às ofensas.
Recorda que os agressores são doentes. Não permita que os irmãos desequilibrados te destruam o trabalho ou te apague a esperança.
Não menospreze o dever que a consciência te impõe.
Se te enganaste em algum trecho do caminho, reajusta a própria visão e procura o rumo certo.
Não contes vantagens nem fracassos.
Estuda buscando aprender.
Não se voltes contra ninguém.
Não dramatizes provações ou problemas.
Conserva o hábito da oração para que se faça luz na vida íntima.
Ama sempre, fazendo pelos outros o melhor que possas realizar.
Age auxiliando. Serve sem apego. E assim vencerás.

Jonia Ranali



quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

PENSAMENTO POSITIVO MELHORA TUDO EM SUA VIDA


O pensamento positivo é um maravilhoso antídoto para o estresse, a dor e as doenças em geral.
Existem várias veredas em geral, através das quais uma atitude positiva nos protege de problemas de saúde que mais tarde podem ocorrer em nossas vidas: pessoas mais felizes podem ter uma postura mais pró-ativa com relação ao chegar a um período mais avançado da vida, e por este motivo se exercitam regularmente, e evitam comportamentos menos saudáveis, como fumar e outros vícios.
Essas opções de vida são decisivas quando você se tornar um idoso e seu corpo mais suscetível a moléstias.
E tem mais: o pensamento positivo combate o estresse que é fator de risco para o aparecimento de alterações na saúde e no equilíbrio dos seres vivos, e pessoas com fortes emoções positivas tem níveis mais baixos de  substâncias químicas associadas ao estresse. E nessas circunstâncias, com uma atitude positiva podemos desfazer alguns danos físicos causados pelo excesso de cansaço e de aborrecimentos.
Tendo esse tipo de atitudes, apesar da perda gradual das funções físicas, o ser humano pode conservar-se totalmente consciente, até o final de seus dias.
Sabia que você pode usar a força do pensamento como analgésico? Pois é, a intensidade da dor depende da forma como você pensa sobre ela: Se você tem uma expectativa negativa, as chances de que a dor seja mais intensa são maiores. É o caso de quem vai ao dentista com muito medo do "motorzinho" e até o barulho do mesmo lhe  causa dor.
Quando você  tem em mente que a dor não é assim tão forte, seu organismo sente-se estimulado a conduzir os impulsos por circuitos cerebrais que trazem respostas positivas, aliviando-a. Não podemos dizer que nenhuma dor será sentida, mas ela será mais leve e tranquila.
Cada pessoa precisa achar algo que dê prazer ao seu organismo, pois existem vários padrões de funcionamento cerebral, e cada pessoa tem que achar o seu: algo que não lhe traga medos e nem aflições.
E, num complemento essencial existe algo especial que é o ser humano ser probo, pois indivíduos assim são abençoados durante toda sua existência e acima de tudo no momento de deixá-la.
JONIA RANALI

terça-feira, 8 de janeiro de 2013

Ao Dr. João Ranali


Ao Dr. João Ranali, insigne patrono da Academia Guarulhense de Letras, meu pai nesta vida e maravilhoso ser que por muitos anos, as pessoas, em variadas cidades tiveram a chance de conhecer e com ele conviver.

Olá papai - não sei onde você está, mas provavelmente num plano muito elevado desse imenso azul que por vezes vejo quando olho para cima.
Sinto muita falta de você, apesar de vê-lo todos os dias na minha sala e em meu escritório, sempre sorrindo, nas fotos que coloquei. Postei seu artigo "Xará" no meu Blog (ainda choro todas as vezes que o leio – é o meu preferido) e também o discurso que pronunciei na Praça da Biblioteca que você fundou, quando da inauguração da mesma Praça com o seu nome. Não ficou tão lindo como os discursos que você sempre fez e nem eu conseguiria falá-lo de cor igual a você, mas saiu, e na frente de todos aqueles ilustres acadêmicos tremendamente cultos.
 A Terezinha, sempre muito gentil, me telefonou e depois mandou um email convidando para o dia 9  de dezembro, próximo passado, através do secretário geral da AGL – Academia Guarulhense de Letras, para a solenidade de aniversário, lançamento da revista anual e posse de novo acadêmico efetivo, no Teatro Dr. Abílio Baeta Neves, no Campus da FIG-Unimesp, e na cerimônia o Dr. Gasparino José Romão foi agraciado com a outorga da primeira Medalha Mérito Cultural JOÃO RANALI e agora você passou a patrono da Academia, pois já não está aqui entre nós e um acadêmico, aliás bem jovem, ocupa hoje a cadeira que lhe pertencia. Foi também aberto no mesmo local um espaço só seu e terei que ir um desses dias lá no nosso apartamento para reunir material que a Dra. Terezinha, com seu carinho de sempre por você, arrumará. Você já sabia de tudo isso, pois estava lá, não? Eu não pude ir, pois era o último dia de um curso que estava fazendo e que muito me beneficiou, mas o José Edmundo, a Cláudia, a Tatiana e a Fernanda foram, representando a família.
Você sabe que mamãe não está nada boa e que não levantará mais da cama, não é? Acabei de ligar para lá e falei com a Rose – enfermeira – e com a Cida – que é uma das pessoas que fica com ela -, e ambas me disseram que ela ficou muito agitada e agressiva, pois eu estive lá no dia 25, depois de almoçar no Fábio, e ainda foram a Alexandre, a Lisa, os meninos e a Taís, o Lipe e as meninas. Imagino que ela deva estar se sentindo muito mal por não poder participar dessas festividades. Mas, depois falando com a Fátima que fica mais com ele, esta me disse que ela estava com muita dor nas costas, pois tem que ficar sempre na mesma posição, deitada de costas, por causa da taqueotomia e da sonda de alimentos pela barriga. Você pediu para ir com você, mas ela recusou-se. Eu estava lá, e senti tanto...para ela seria um grande alívio.


Bem, escrevi, escrevi, mas o principal de tudo é que quero que você saiba o quão importante foi para a minha vida, principalmente a cultural e intelectual, quando desenvolvo aulas, dou palestras e workshops dentro de temas os mais diversos e ainda, como você, escrevo um artigo diário que é publicado no Facebook, em sua página inicial, na Central do Terapêuta e em Iluminados, dos quais faço parte.
Por vezes quando vou a Guarulhos ver a mamãe e o Fábio – você sabe que vai nascer o primeiro bebê dele e que levará o seu nome, não e? – e vejo a Folha Metropolitana e o Metrô  News tenho a sensação de que vou "dar de cara" com um editorial seu.
Mas, a razão deste artigo é lhe agradecer, agora de público, tudo o que você me ensinou sobre política, como escrever – veja, ainda não tenho nenhum livro publicado, mas estou com dois praticamente prontos – sobre o exemplo que fui pegando de você sobre ética profissional, como tratar o ser humano e nunca, nunca me esquecerei  que de modo indireto me fazia sempre aprender a ir buscar conhecimentos quando eu lhe perguntava alguma coisa e você me dizia: "Menina, está faltando dicionários. Neles você encontra tudo o que quiser aprender". E hoje, mesmo com Internet à minha disposição, continuo indo a eles e me sinto mais segura.
Eu acho que nunca lhe contei isso, mas quando o Alexandre era pequeno eu estava junto dele estudando, para variar, e ele fazendo lição do colégio, quando de repente me perguntou o que era uma pessoa virtuosa. Eu respondi, e devolvi a pergunta de imediato, questionando se ele conhecia alguém assim, e, sem pestanejar, ele disse: "Meu vô João".
Bem, é isso, meu amado paizão.
Io ti amo, di tutto il cuore di tua figlia in questa vita i io aspetto um incontro. Per favore, aspettami. Ancora non é il momento di passare il tunel i pela grande porta. Ancora ho muite cose da fare qui.
JONIA RANALI